Moda e Direitos Humanos
08/09/2019
Sesc Avenida Paulista promove evento com Ronaldo Fraga e Meninas da Barra

Grupo de bordadeiras de região atingida pela tragédia de Mariana (MG) e estilista mineiro colaboraram em coleção apresentada na São Paulo Fashion Week

No dia 11 de setembro, quarta, o estilista Ronaldo Fraga e o grupo de bordadeiras "Meninas da Barra" se encontram no Sesc Avenida Paulista para o bate-papo "Fazendo Moda e (Re) Criando Direitos". O encontro, que conta também com a presença do designer-artesão Gustavo Silvestre e a doutora em história Maria Claudia Bonadio, trata das experiências bem-sucedidas de projetos que unem moda e projetos sociais, bem como sua relação com os direitos humanos. O grupo de bordadeiras "Meninas da Barra" tem sede na cidade de Barra Longa (MG), atingida pelos rejeitos tóxicos provenientes do rompimento da barragem de Mariana. Em 2018, o grupo colaborou com a coleção desenhada pelo estilista Ronaldo Fraga, trabalho que ganhou as passarelas da São Paulo Fashion Week e mostrou o trabalho das artesãs para o mundo. As "Meninas da Barra" realizam também uma "Ação Artística de Bordado Livre", em que convidam o público a conhecer e reproduzir seu trabalho, ensinando noções básicas de bordado livre e sua relação com a cultura da região. As atividades são gratuitas e para participar é necessário retirar ingressos com uma hora de antecedência.

 

AÇÃO ARTÍSTICA DE BORDADO LIVRE

 

Apresentação ao vivo das bordadeiras da região de Barra Longa (MG) O público entrará em contato com noções básicas de bordado livre. Os participantes poderão trazer seus materiais para bordar. Também serão disponibilizados linhas, agulhas e panos aos visitantes.

As Meninas de Barra são bordadeiras profissionais de Barra Longa (MG). A cidade foi atingida pelo acidente com a barragem ocorrido na cidade de Mariana (2015). Colaboraram com o estilista Ronaldo Fraga na criação de sua coleção AS Mudas (2018) apresentada em 2018 na SPFW. Elas preservam os conhecimentos e a tradição do bordado que chegou na região no século XVIII através dos colonizadores portugueses e hoje gera renda e destaque para o trabalho feminino.

 

Quando: dia 11 de setembro

Horário: das 14h às 17h, quarta

Onde: Praça (Térreo)

Quanto: Grátis – retirada de ingressos uma hora antes na Central de Relacionamento (2º andar)

Classificação: 14 anos

 

FAZENDO MODA E (RE) CRIANDO DIREITOS

A conversa abordará iniciativas vinda de estilistas e designers que atuam em projetos sociais diversos e sua relação com a temática dos direitos humanos. Mediada por uma especialista em moda brasileira, a discussão tratará resultados positivos trazidos a partir da união entre o fazer criativo do universo da moda e o resgate de cidadania e dignidade humana das pessoas envolvidas (membros da população carcerária e atingidas por barragens). Com Ronaldo Fraga, Gustavo Silvestre, membros do Meninas da Barra, grupo de bordadeiras da cidade de Barra Longa (MG), região atingida por queda da barragem de Mariana em 2015.

Ronaldo Fraga é formado pelo curso de estilismo da UFMG - Belo Horizonte, pós-graduado na Parson's School de Nova York e Millenery pela San Martins School de Londres. Vencedor do Prêmio "Estilista Revelação", em 1997, promovido pelo Phytoervas Fashion, concorreu como a "Melhor Coleção Feminina" pelo Prêmio Abit em 2002 por Quem matou Zuzu Angel? Ronaldo Fraga foi o primeiro representante da moda brasileira a receber a medalha da Ordem do Mérito Cultural em 2007, concedida pelo ministro da cultura Gilberto Gil.

Gustavo Silvestre, designer-artesão teve suas coleções desfiladas na Casa de Criadores. Produziu a SP Ecoera, maior plataforma de sustentabilidade da moda brasileira, e descobriu no crochê uma forma de ter poder e história nas próprias mãos. Divide seu tempo em aulas de crochê no Presídio Adriano Marrey, em Guarulhos.

Maria Claudia Bonadio possui Bacharelado (1996), mestrado (2000) e doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Realizou estágio pós-doutoral no Museu Paulista da Universidade de São Paulo (2014). É professora adjunta da Universidade Federal de Juiz de Fora atuando no Bacharelado Interdisciplinar em Arte e Design, no curso de Moda e no Programa de Pós-Graduação em Artes, Cultura e Linguagens, do qual é coordenadora desde agosto de 2018. É autora dos livros "Moda e Sociabilidade" (2007) e "Moda e Publicidade" (2014).

Quando: dia 11 de setembro

Horário: às 19h30, quarta

Onde: Praça (Térreo)

Quanto: Grátis – retirada de ingressos uma hora antes no local

Classificação: Livre

 

SERVIÇO

MODA E DIREITOS HUMANOS

Quando: dia 11 de setembro de 2019

Horário: às 14h (Ação Artística) e às 19h30 (Bate-papo)

Local: Praça (térreo)

Quanto: Grátis – retirar ingressos 1h antes

 

SESC AVENIDA PAULISTA

Avenida Paulista, 119, São Paulo

Fone: (11) 3170-0800

Transporte Público: Estação Brigadeiro do Metrô – 350m

 

Horário de funcionamento da unidade:

Terça a sábado, das 10h às 22h.

Domingos e feriados, das 10h às 19h.

 

Horário de funcionamento da bilheteria:

Terça a sábado, das 10h às 21h30.

Domingos e feriados, das 10h às 18h30.

 

Site: sescsp.org.br/avenidapaulista

Facebook: facebook.com/sescavpaulista
Instagram: @sescavpaulista

App Sesc Avenida Paulista: disponível para download gratuito em celulares e tablets no endereço sescsp.org.br/avenidapaulista

Desfile do estilista Ronaldo Fraga em parceria com as Meninas da Barra – crédito: Fotosite

Desfile